Entrevista com um Vampiro: Gangrel explica por que ele nunca estará no Hall da Fama da WWE e fala sobre sua corrida rejeitada na ECW

>

Gangrel era o vampiro que legitimava o ambiente gótico de The Brood, uma das facções mais icônicas da Attitude Era. Durante meu tempo com os Gangrel, duas coisas ficaram aparentes para mim: ele é uma pessoa incrivelmente legal e adora luta livre profissional. Suas presas também são muito reais.

Eu me encontrei com o Gangrel em Ironton, Ohio, enquanto ele estava na cidade para se apresentar no FTC: Omega Wars e ele estava animado para falar comigo sobre o que está fazendo, sua escola de wrestling prestes a abrir, e dar algumas dicas sobre a natureza da luta livre profissional em geral.

Com 30 anos de experiência em seu currículo, O Vampiro Guerreiro Gangrel passou por muitas batalhas e está destinado a ver ainda mais à medida que prossegue.



Começamos discutindo Gangrel's Wrestling Asylum localizado em Dania Beach, Flórida, que será inaugurado em 31 de outubro, mas 'em meados de novembro, estaremos funcionando a todo vapor', ele me disse.

Aqui estão alguns dos destaques de nossa conversa:


Se ele acompanha o boato de luta livre: Eu não acompanho nada disso. Honestamente, estou muito ocupado trabalhando todo fim de semana, sexta, sábado, domingo; e agora - geralmente eu estava ajudando na escola de outra pessoa; agora estou abrindo minha própria escola; Tenho estado tão ocupado que não tenho acompanhado nada parecido.

Se The Brood chegará ao Hall da Fama da WWE: A Ninhada vai chegar ao Hall da Fama antes de mim; A ninhada é uma possibilidade. Meus problemas de nome ... Eu possuo o nome, então. [WWE] não fará nada com o nome Gangrel, ponto final. Nada.

Se ele for excluído como parte do The Brood no Hall da Fama da WWE: [Edge e Christian] merecem; eles colocaram seu tempo e trabalharam duro. Está tudo bem. O que as pessoas não percebem é que sou abençoado. Eu ainda estou lutando. Eu luto há 30 anos em setembro; já faz 30 anos e luto todas as semanas, até três vezes por semana.

Estou em um ringue de luta livre 5 a 6 vezes por semana - então estou fazendo o que amo; o mundo pode estar passando por mim [...] nem sei. Enquanto eu estiver calçando minhas botas e saindo por aí fazendo o que amo - o resto do mundo não sei o que está acontecendo. Eu sou muito, muito abençoado.

Sobre sua corrida rejeitada com a encarnação da WWE da ECW em 2006 ao lado de Kevin Thorn e Ariel em um estábulo de vampiros: Eu não tenho ideia [o que aconteceu] eles me contrataram, falaram que você vai começar na TV em uma semana e eles me ligaram meses depois e me deixaram ir; Eu não sei. Acho que alguém decidiu ir por outro caminho, pensou em trazer [Thorn] primeiro e as pessoas não acreditaram - toda essa coisa de vampiro.

É difícil comprar um personagem que está nervoso para o wrestling, certo? Cara, você tenta fazer algo igual ou semelhante e as pessoas ficam estranhas e funky sobre isso, então eu acho que talvez saiu pela culatra um pouco.


Envie-nos dicas de notícias em info@shoplunachics.com