SK Exclusive: Entrevista com Brian Zane de 'Wrestling With Wregret'

>

Olá leitores da SportsKeeda, hoje estamos trazendo a vocês uma entrevista com um dos mais populares jogadores de luta livre do YouTuber, ninguém menos que Brian Zane do Wrestling with Wregret.

Aaroh Palkar (AP) : Então, você pode, por favor, contar aos nossos leitores sobre você?

Brian Zane : Sou o apresentador do canal do YouTube Wrestling With Wregret, onde dou uma olhada bem humorada em todas as coisas do wrestling profissional. Tenho administrado o canal nos últimos três anos, desde junho. Antes de começar a WWW, estive envolvido na cena de wrestling independente desde 2006. Passei um ano como wrestler, mas era péssimo nisso, então fiz a transição para manager em 2007. Tenho feito isso desde então (junto com o ocasional show anunciando).



wwe Hall of Fame 2019 rumores

AP : O que o iniciou em 'Wrestling with Wregret'?

Brian Zane : Bem, eu sou um grande fã de programas de crítica online como Nostalgia Critic, Angry Video Game Nerd, Todd In The Shadows, etc. Se você é um fã de algum tipo de gênero ou meio, seja filmes, videogames, quadrinhos, música, anime, terror ... o que você quiser, tem alguém revisando de uma maneira engraçada. Mas cerca de quatro anos atrás eu estava olhando em volta e percebi que ninguém estava adotando essa abordagem com o pro wrestling, ou pelo menos não estava indo bem. Tenho experiência em produção de vídeo e sempre me imaginei um bom escritor criativo, então pensei, por que não faço isso sozinho? Tive essa ideia na cabeça por cerca de um ano antes de finalmente decidir colocá-la em prática.

AP : Legal, então antes você mencionou que antes da WWW você era um lutador profissional, então como isso aconteceu? Você sempre quis ser um lutador profissional ou foi algo que você começou a se envolver quando cresceu?

Brian Zane : Eu não comecei a lutar pro wrestling até os 13 anos de idade, na primavera de 1998. Meu amigo tinha alugado uma cópia da WCW / nWo World Tour para o N64 e passamos o fim de semana inteiro jogando. Ele não iria seguir o wrestling, mas aquele jogo me fez pensar sobre o que era toda essa história da WCW, então eu procurei na TV, então comecei a assistir o WWF ao lado dele, e a partir daí eu fiquei viciado.

Fiquei obcecado por luta livre depois disso e procurei em qualquer lugar que pudesse. A fantasia de ser um lutador sempre esteve lá, mas nunca a considerei seriamente até meu primeiro ano na faculdade, quando soube que a Playboy Buddy Rose e o coronel DeBeers dirigiam uma escola em minha cidade natal, Portland, Oregon. Comecei a treinar com eles e dois anos depois, comecei a lutar para as promoções locais. Acho que precisava treinar mais, haha.

matt "rosey" anoa'i

AP : Então, vamos falar um pouco sobre a WWE, Kevin Owens é o novo Campeão Universal. Como isso faz você se sentir?

Brian Zane : Eu acho que Owens é absolutamente merecedor do campeonato e é ótimo que ele tenha ganhado de uma forma tão memorável. Eu realmente acho que a vitória do título fez alguns fãs de wrestling dar uma reviravolta em suas crenças arraigadas, muitas vezes com efeitos cômicos. Eles não gostam de campeões escolhidos a dedo e não gostam de Triple H, mas eles não se importaram que o Triple H escolheu a dedo Kevin Owens como o novo campeão, eles odiavam o Título Universal, mas agora gostam de sua aparência, esse tipo de coisas. (Para registro, minha opinião sobre a aparência do cinto mudou ANTES de Owens ganhá-lo.)

AP : A WWE tem o hábito de jogar pelo seguro, mas desta vez foi em frente com o inesperado. Você os vê se arriscando mais no futuro?

Brian Zane : Eu acho que sua mão foi forçada nesta situação. Na verdade, diria que nos últimos anos a WWE criou os seus melhores momentos quando os seus planos A, B e C são ferrados devido a lesões, suspensões, etc. Dito isto, o que torna o wrestling tão divertido de ver da última vez que fez calor foi a imprevisibilidade de tudo. Muitas pessoas não viram o final do RAW da semana passada chegando, então mais coisas selvagens que as pessoas não podem prever facilmente é uma coisa boa na minha opinião.

AP : O que você achou da luta Randy Orton / Brock Lesnar no SummerSlam? E o segmento do Miz sobre Talking Smack? A WWE deve continuar com esses segmentos de estilo semi-tiro?

Brian Zane : Não gosto quando a indústria tenta confundir os limites a um grau excessivo; vimos o que aconteceu quando Vince Russo estava escrevendo para a WCW e tendo lutadores e locutores usando terminologia interna a torto e a direito. Acho que é possível ter histórias atraentes que não sejam baseadas em coisas de vestiário sem insultar a inteligência dos fãs. Achei os exemplos que você mencionou muito interessantes, mas muitos deles e acho que se tornariam muito meta.

por que coisas ruins continuam acontecendo comigo

AP : Recentemente, correram rumores de que Daniel Bryan poderia fazer seu retorno no ringue, o que você acha disso? Considerando o quão ruim ele já machucou o pescoço.

Brian Zane : Na WWE? Sem chance. A empresa está muito preocupada com Bryan se machucar ainda mais ou morrer no ringue, e com razão. Neste ponto, espero que ele saia da WWE assim que o seu contrato terminar e aceite as reservas novamente, mas ficaria chocado em vê-lo de volta a um ringue da WWE antes disso.

1/2 PRÓXIMO